Extração Química

Extração Química (Por Solvente) A extração por solvente é um método eficiente para extrair o óleo vegetal. O solvente mais utilizado é o derivado do petróleo "hexana", uma mistura de hidrocarbonetos com ponto de ebulição por volta dos 70°C.
A passagem do solvente pela matéria-prima, previamente preparada, é denominada "lavagem". A difusão do solvente será mais rápida quanto melhor for a preparação da matéria prima e quanto maior for a temperatura de extração (próxima à temperatura de ebulição do solvente).
Durante o processo de extração, são utilizados diversos equipamentos: extrator, dessolventizador, evaporadores, condensadores, tanques de processo e colunas terminadoras.

Composta por: um ou mais extratores descontinuos, forma cilíndrica vertical, com boca de carga, boca de descarga, sistema de aquecimento por meio de vapor indireto e possibilidade de injeção de vapor direto, com tomadas para entrada e saída de liquidos e gases. Equipamentos complementares: Evaporadores e condensadores. Tanques: separador, solvente, água quente, miscela e óleo. Bombas centrifugas, de engrenagens e de vácuo tipo anel liquido. Torre de resfriamento de água com bombas de circulação de água.

Características Técnicas

Extração Química Descontínua

Com motores e instalação elétrica à prova de explosão. Capacidade de produção projetada de acordo com as necessidades do cliente e determinada pela quantidade e capacidade do extrator.

Composta por: Extrator continuo; Dessolventizador (e Tostador quando necessário); Homogeneizador e lavador de gases; Evaporadores e condensadores; Tanques: separador, solvente, água quente, miscela e óleo; Bombas centrifugas, de engrenagens e injetores de vácuo; Torre de resfriamento de água com bombas de circulação de água.

Características Técnicas

Extração Química Contínua

Capacidade de produção de acordo com as necessidades do cliente (a partir de 500 kg/h de materia prima devidamente preparada).